Dieta da banana para emagrecer sem sentir fome

Uma dieta que promete emagrecimento e que não altera seu orçamento financeiro. Oba! Tudo mundo quer. Mas veja bem se você já sabe tudo sobre a dieta da banana.

 

Os princípios da dieta da banana

A proposta aqui é perder peso a partir da sensação de saciedade. Estando saciada, o esperado é que você coma menos. As fibras da banana são as responsáveis por isso.

Para criar a falta de apetite, carro-chefe da dieta da banana, o indivíduo precisa comer banana e tomar água morna ou em temperatura ambiente. A função da água é hidratar as fibras da banana, criando um gel que preenche o trato alimentar. A água não pode estar gelada, pois essa diminui o fluxo sanguíneo.

Você deve comer banana crua, nada de cozinhá-la. Precisa mastigar vagarosamente cada pedaço. Se você faz esse procedimento substituindo o café da manhã, o efeito aguardado é que você não vá sentir fome até a hora do almoço. Nessa refeição, você pode comer o que desejar, exceto frituras e sobremesas.

Outro fundamento da dieta da banana é abster-se de laticínios e bebidas alcoólicas. Você também precisa jantar por volta das 20 horas e ingerir apenas água ou chá até a hora de dormir.

Ao seguir a dieta da banana, você faz exercícios apenas se desejar. A recomendação é que, se for da sua vontade, uma caminhada que dure cerca de 30 minutos será suficiente.

Benefícios associados à dieta da banana

A banana é um alimento relativamente barato independente da variedade. Os proponentes da dieta da banana não sugerem nenhuma delas, de forma que você escolhe a mais adequada para seu bolso e seu paladar.

Como qualquer fruto, a banana contém açúcares, oferecendo vantagem para o consumo pela manhã. Esse é o período do dia ideal para nos abastecermos de energia. Um tipo de açúcar presente nas bananas é um prebiótico, que auxilia na manutenção da flora intestinal. Isso tem a ver com emagrecimento saudável.

Experimentando a dieta da banana, você garante acesso diário ao aminoácido triptofano. Esse aminoácido participa da síntese da serotonina, um neurotransmissor que regula nosso humor, aumentando a sensação de bem estar. E não é só: a banana tem também vitaminas A, B6, C e K. Sem contar que é uma excelente fonte de potássio, elemento fundamental para a contração muscular.

 

Exemplo de cardápio da dieta da banana

Café da manhã

Uma ou mais bananas até se sentir saciada

Água morna ou em temperatura ambiente

 

Almoço

Salada de folhas cruas (couve, alface), brócolis e tomate

Arroz integral

Grão de bico

Frango grelhado

Suco de limão

 

Lanche

Leite de soja batido com uma fruta

Sementes oleaginosas (castanha do Pará ou amêndoas)

 

Jantar

Legumes cozidos

Omelete de claras

Peixe grelhado

 

Ceia

Chá natural morno

 

Recomendações para quem vai iniciar a dieta da banana

Sim, existem algumas vantagens nessa dieta. Mas será que ela é adequada para todas as pessoas? Existem aqueles que adoram tomar um café da manhã completo: frutas, leite, café, pão. Se esse é o seu caso, pense bem se será eficaz trocar tudo isso por bananas. Se topar, pode ser que quando for almoçar, você esteja tão faminta que vai comer bem mais do que está acostumada.

Para aqueles que têm o hábito nada saudável de não tomar o café da manhã, a dieta da banana poderá ser vantajosa. Que tal encarar esse plano como um estágio inicial de reeducação alimentar? Afinal, comer banana e água pela manhã é melhor do que não se alimentar e almoçar como se estivesse diante da última refeição.

Os nutricionistas recomendam ingerir frutas no café da manhã, mas também proteínas. Essas nós encontramos, por exemplo, nos laticínios. No entanto, derivados do leite estão excluídos dessa proposta. A digestão das proteínas é mais vagarosa que a dos carboidratos e fornece uma quantidade maior de energia a cada unidade metabolizada. Então, quem as experimenta pela manhã permanece mais tempo saciado.

Na dieta da banana o indivíduo está livre para optar ou não por atividade física regular. Esse é um aspecto negativo, pois os exercícios aumentam o gasto energético e diminuem o estoque de gordura. Sem contar que deixam o sistema cardiorrespiratório mais dinâmico e a musculatura mais flexível.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *